Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Psicóloga Cynthia fala sobre advento: um tempo de reflexão e esperança

Publicado em 04/12/2020 às 11:24 - Atualizado em 04/12/2020 às 11:24

Neste período que antecede o Natal, a Psicóloga Cynthia Ferraboli, profissional da Secretaria de Saúde de Riqueza, convida a refletir sobre o advento, a esperança de dias melhores e a saúde mental. Acompanhe:

 

 “O que significa para você o mês de dezembro? Os dias que antecedem o Natal e o próprio Natal? E qual a relação deles, com Saúde Mental?

Para muitos, o momento que antecede Natal é um tempo de preparação para vivermos a alegria prometida. A expectativa de relembrar um fato histórico, que se atualiza a cada dezembro, tornando-se uma motivação para uma tomada de decisão: viver o tempo do Advento como oportunidade para nos arrependermos dos nossos pecados e promover, por meio das nossas atitudes, sinais que caracterizam o tempo de amar, de ser fraterno e viver a cultura da paz.

Esse ano, com a pandemia, aprendemos um pouco mais sobre a valorização da família, pois foi possível repensar o papel dos familiares em nossas vidas e fortalecer os laços, visto que a rotina costuma nos roubar a atenção de coisas essenciais que já estamos “acostumados” e esquecemos de dar o devido valor, para quem nos deu a vida e devemos honrar.

Um vírus que já fez milhões de vítimas pelo mundo certamente fez com que nos sentíssemos inseguros com relação à nossa saúde e a de nossos entes queridos, gerando uma preocupação constante. Diante desse cenário, percebemos nossa vulnerabilidade e compreendemos melhor a finitude da vida, nos fazendo refletir sobre a importância de estar vivo a cada dia.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a saúde mental é caracterizada por um estado de bem-estar no qual uma pessoa é capaz de apreciar a vida, trabalhar e contribuir para o meio no qual vive, ao mesmo tempo em que administra suas próprias emoções. Dessa forma, eu te convido a refletir sobre as suas escolhas, sobre a sua vida, sobre as suas atitudes, e como você está vivendo.”